Mídias na Educação

celular-sala-de-aula

Até um tempo atrás os professores utilizavam os retroprojetores onde colocavam lâminas com o conteúdo e elas refletiam na parede. Com certeza para o professor, era muito trabalhoso! A realidade mudou com o avanço da tecnologia e o uso das mídias em sala de aula. Agora o conteúdo era fornecido em slides e muitas das vezes disponibilizado por email para os alunos.

Os educadores entenderam que, em um mundo com pessoas cada vez mais inseridas nos meios tecnológicos, a educação teria que se adaptar a essa nova realidade e dinamizar as aulas para prender atenção dos alunos. Se você reparar, a mudança não ocorreu só em universidades, as escolas públicas também estão se equipando e deixando os jovens trazerem seus aparelhos para aulas.

Nem sempre tanta tecnologia assim, traz benefícios. Alguns acabam ficando dispersos durante as explicações dos professores, pois ficam entretidos com as informações seculares. Ana Paula Caciano, estudante de publicidade e propaganda, utiliza o celular na faculdade, mas não se sente prejudicada por ele, uma vez que ela usa moderadamente. Na opinião dela, em muitos casos atrapalha, mas sempre há exceções.

Usar mídias como recurso durante as explicações traz praticidade para alunos e professores, mas vale reforçar que nós jovens, somos propícios a facilmente nos distrairmos com as tecnologias e se isso atrapalhar, é melhor cortar fora.

Foto: saoroquesp.com

Este Post Há 0 Comentários

Deixe uma resposta