Indiretas e desabafos no facebook

facebook-narcisismo

 

Hoje vamos falar sobre as famosas indiretas e desabafos que as pessoas fazem no Facebook! Vejo muitas e muitas colegas minhas que postam coisas do tipo: Eu não preciso de ninguém pra ser feliz! (Estou dando o exemplo mais simplesinho que já vi, porque algumas coisas realmente me assustam). Elas até dizem não ser pra ninguém, mas no fundo é, e todo mundo sabe! Tentam alfinetar uma ex- amiga, uma colega de trabalho que ela não se dá bem, um ex-namorado ou até quando ainda é namorado, etc.

Além das indiretas, temos pessoas que fazem do seu Facebook um ‘Querido Diário’, elas não se abrem com o pastor ou as obreiras na igreja, mas postam o resumo da sua vida e de seus problemas na internet. Desabafar nas mídias sociais é como querer causar pena em alguém. E pra que isso heim?

O que realmente me preocupa é o fato de estar expondo sua vida. Nem todo mundo gosta ou quer saber o que se passa com você, algumas pessoas sabem todos os lugares que você frequenta e tudo que faz no dia, apenas olhando suas postagens. Tudo que é demais estraga, e uma vez na internet sempre irá ficar lá. Fora a imagem que as pessoas criam de você. Mesmo que você diga que os outros não tem nada a ver com sua vida, você deve pensar antes de postar: Será que aquilo é edificante? Através dessa postagem eu estou ajudando alguém? O que estou ganhando com isso?

Se não é algo que soma na vida das pessoas, então pra que postar? Já vi muitos ‘rolos’ por causa de coisas que fulana falou da ciclana e vice-versa. Será que Deus se agrada disso? Uma vez um amigo me disse que, Deus não tem Facebook e muitas pessoas postam agradecimentos e orações a Ele através da internet e quando chegam em casa, nem sequer dobram os joelhos pra orar! São essas ‘coisinhas’ que podem se tornar problemas pra sua vida. O tempo que você está ali colocando coisas nada a ver na internet, é o mesmo tempo que você poderia ter pra colocar sua vida espiritual em dia.

Não estou dizendo que você não é livre para postar o que quiser, mas antes pense se aquilo vai contribuir para sua imagem e para a obra de Deus.

 

Fonte: Blog das Entre Amigas – acesse: http://blogdasentreamigas.wordpress.com/

Este Post Há 0 Comentários

Deixe uma resposta