Hackers X Crackers

Florianópolis SC – Hoje é cada vez mais comum estar ouvindo notícias relacionadas a invasão e roubo de informações em computadores, muitos desses ataques e práticas criminosas são realizadas por crackers, mas a mídia utiliza um termo generalizando e vinculando tais práticas a hackers onde na verdade não é o correto tecnicamente.

Para entendermos a diferença entre esses dois termos, vamos saber o significado de cada um. O hacker pela sua grande capacidade e conhecimento técnico utiliza disso para auxiliar em testes de segurança nas empresas, órgãos federais e empresas privadas tanto que isso já virou até profissão sendo denominados analistas de segurança, gestores de segurança, etc…

O cracker por sua vez utiliza das mesmas habilidades que um hacker possui para atribuir isso na quebra (cracking) de senhas, softwares, e sistemas de segurança de grandes empresas. Na prática esses dois grupos são muito parecidos na questão de habilidades de mexer com computadores, porém cada um tem seu objetivo totalmente diferente.

Mas por exemplo o que um cracker ganha ao prejudicar a vida de muita gente através da criação de vírus ou invadir sites? Simples, ganham poder, fama, dinheiro, projetos secretos, projetos de produtos que serão logo lançados no mercado e dados pessoais.

Essas terminações para diferenciar os dois grupos foram disseminados por incrível que pareça pelos próprios hackers que se sentiram injustiçados pelo fato da mídia estar fazendo uma divulgação errada, generalizando as práticas dos dois grupos sendo que os objetivos sempre foram diferentes.

Dentro da mídia seja ela impressa, digital ou eletrônica sempre se usou o termo hacker para denominar ambos os grupos, porém dentro do próprio cenário dos profissionais de segurança há muita contradição pelo fato de hackers usarem suas habilidades de uma forma mal-intencionada também, mas mesmo assim a grande maioria acha interessante essa definição.

E você o que acha de toda essa história? Esses termos Crackers e Hackers você concorda? Sabia que existiam essas diferenças? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.


Escrito por Fernando Antunes Rodrigues
Graduação em Tecnologia em Redes de Computadores
Analista de TI da empresa Callisto Desenvolvimento em ERP e responsável de TI da equipe VPR SC

http://www.google.com.br/imgres?q=hackers+script&hl=pt-BR&gbv=2&biw=1366&bih=596&tbm=isch&tbnid=DJhhJl237FPdWM:&imgrefurl=http://www.businesscomputingworld.co.uk/6-steps-to-protect-your-website-from-cybercrime/&docid=ta_igohDd4qp5M&imgurl=http://www.businesscomputingworld.co.uk/wp-content/uploads/2012/01/Hacker.jpg&w=535&h=401&ei=mN1KT9OdCYGgtweR9bjuAg&zoom=1&iact=hc&vpx=639&vpy=250&dur=1153&hovh=194&hovw=259&tx=145&ty=92&sig=114041774279370577188&page=1&tbnh=119&tbnw=147&start=0&ndsp=21&ved=1t:429,r:10,s:0

Este Post Há 2 Comments

  1. Ângelo Rosso disse:

    Parabéns Pela Matéria Fernando!!!! Só faltou falar do Spyware!!!!! AUSHaushAUSHuashUASHaushaUSHa ;)
    Abração!

  2. Obr.César Filho disse:

    é isso ai na FJB temos vários ensinamentos ,Inclusive sobre internet !!! Jovem você que tá fora o que você tá esperando para entrar?? venha logo!!!

Deixe uma resposta