FJU Rompendo o Silêncio

Dia 25 de novembro é o dia internacional da erradicação da violência doméstica. O Projeto Raabe – Rompendo o Silêncio, promoveu a 2ª Caminhada Contra a Violência Doméstica no sábado dia 24 de novembro em todo o país e aqui em Florianópolis não foi diferente. O ponto de encontro foi a região mais central e conhecida da cidade, a Praça XV de Novembro que aos poucos foi sendo tomada por centenas de participantes que vieram de todas as regiões da cidade levantar a bandeira do projeto que tem por objetivo fazer um alerta e ajudar mulheres vítimas de violência doméstica.

O nome Raabe faz referência a uma história bíblica, que fala de uma prostituta que se sentia completamente perdida e tinha medo do futuro, pois ela sabia que o povo de Israel estava vindo e que o Deus de Israel acompanhava seu povo. Segundo consta, ela tinha consciência também de que a destruição estava chegando para Jericó. Vivia apavorada, não tinha paz. Tinha medo da morte, da destruição, do inferno. Não podia dormir, pois sua consciência a atormentava, mas foi salva, apesar de tudo, porque usou de misericórdia.

O FJBSC vestiu a camisa da campanha juntamente com seu coordenador Jackson Luiz Souza que mobilizou os jovens para apoiar a caminhada que percorreu várias ruas centrais de Florianópolis e em cada rua que a caminhada passava ia aumentando o número de pessoas que aceitavam a proposta e gritavam ao coro “…mulheres unidas, jamais serão vencidas, diga não a violência e diga sim ao amor…” fazendo a caminhada crescer a cada quadra percorrida.

Chegando à Catedral da fé da IURD o seu líder Pr. Edson Costa orou pedindo a Deus que guardasse todas as mulheres participantes e agradeceu pela grandiosidade do evento que na sua segunda edição parou a cidade. Cada mulher que participou do evento pela primeira vez ganhou um exemplar do livro A Mulher V da autora Cristiane Cardoso e todas foram presenteadas com uma rosa vermelha.

O Projeto Raabe terá uma vez por mês reunião de apoio e auxilio as mulheres que sofreram qualquer tipo de violência doméstica.

Fotos

Este Post Há 0 Comentários

Deixe uma resposta