Excesso de Informação: O Mal da Modernidade

Excesso-de-Informacao

Vivendo a segunda década do século XXI, a tecnologia tem feito parte da vida de grande parte da população no mundo todo. De acordo com o profissional de Mídias Sociais, Jesse Thomas, pelo menos 1,73 bilhão de pessoas tem acesso a internet em suas residências.

A facilidade de comunicação hoje é imensa, com apenas um clic você fica conectado com o mundo inteiro, faz amigos de lugares distantes, trabalha, descansa, e até se relaciona através da internet. Com essa evolução surgiram pontos positivos e negativos.

Com tanta informação passando a nossa volta todos os dias, fica muito difícil filtrar o que é bom e o que não é. Notícias, jogos, reportagens, enfim, conectados à internet ficamos por dentro do que está acontecendo no mundo inteiro, o que nem sempre é bom.

Nosso cérebro tem uma enorme capacidade de armazenamento, porém, quando informações são jogadas de forma drástica e com muita intensidade, nossa cabeça vira uma “bagunça’’, pois se precisamos focar e nos concentrar em algo importante, com esse turbilhão de informações fica difícil.

Não significa que não temos que estar informados. Os meios de comunicação são imprescindíveis para o nosso cotidiano, porém nem tudo vai acrescentar algo em nosso desenvolvimento.

Além disso, o excesso de informação de uma só vez pode diminuir nossa capacidade de concentração, pelo fato de milhões de coisas passarem a nossa mente de uma só vez, e causar estresse.

Fonte/Estatísticas: comunicadores

Este Post Há 0 Comentários

Deixe uma resposta