Evento Driblando o Crack em Santa Catarina

O Crack vem sendo uma das drogas mais devastadoras dos últimos tempos. Age rapidamente, pois a fumaça induzida pela queima do Crack chega ao sistema nervoso em dez segundos. A temperatura do corpo se eleva podendo causar arritmias e acidentes vasculares cerebrais e até degeneração dos músculos.

Devido o efeito há a necessidade de consumir novas doses para voltar a sentir uma nova euforia e sair do estado depressivo, pois é isso que a droga causa: depressão, ansiedade e agressividade. Com o tempo o usuário para de se alimentar e fica debilitado física e emocionalmente.

O uso e a dependência, na grande maioria dos casos, levam a prática de pequenos crimes. Com o intuito de suprir a compulsão pela droga, se começa vendendo objetos pessoais e da família e chega ao ponto de se submeter à prostituição com a finalidade de manterem o vício.

A consequência disso é a destruição de sonhos, futuro, esperança, emprego e enfim, suas próprias vidas e a de seus respectivos familiares.

Por isso a Força Jovem de Santa Catarina organizou o evento Driblando o Crack. Onde os voluntários e colaboradores, pastor Anderson Samir e bispo Jerônimo Alves, receberam no Centro de Eventos Multiuso da cidade de São José-SC aproximadamente 3.000 jovens que apóiam à iniciativa de combate as drogas.

A entrada foi um quilo de alimento não perecível que foram distribuídos entre famílias afetadas pelas últimas enchentes de Santa Catarina. Na ocasião arrecadaram cerca de sete toneladas, sendo a Força Jovem da cidade de Laguna parabenizada pela maior porção.

O início do evento foi marcado pela apresentação da Companhia de Dança da Força Jovem ao som da banda Hills. Em seguida foi realizado uma disputa de futsal entre funcionários da Ric Record e amigos da Força Jovem.

O placar final foi de 9 a 5 com vitória aos amigos da Força Jovem. Esses levantaram o troféu entregue pelo Pastor Edson Silva, responsável atualmente pelo cuidado da IURD no estado.  Entretanto nesse dia nenhum jogador saiu derrotado de quadra, pois o principal objetivo foi mostrar que os verdadeiros vencedores são aqueles que driblam as drogas.

A campanha trouxe a idéia do Nocauteando o Crack (novo slogan), devido o seu sucesso. Afinal, a conscientização contra essa pedra, que vem matando milhares de jovens, não pode parar.

Este Post Há 1 Comentário

Deixe uma resposta