Cuidado com as “Pequenas Coisas”

a-pedra-11-02-13

No inicio da minha fé, uma mulher de Deus, caminhava comigo na rua, e conversávamos sobre as coisas de Deus, como de costume.

Isso deve fazer uns sete anos, mas lembro das suas sabias palavras. Ela me disse que as pessoas caem em “pequenas coisas”, explicou que as grandes dificuldades são tão óbvias que somente alguém “cego” não enxerga.

E assim diz o texto sagrado:

“Apanhai-me às raposas, as raposinhas, que devastam os vinhedos, porque nossas vinhas estão sem flor.”(Ct 2:15)

As raposinhas comiam as flores e assim os homens do vinhedo ficavam sem o fruto, isso porque, inicialmente sua preocupação estava voltada somente para as raposas maiores.

Assim ocorre na nossa vida, todo grande problema (ou pecado) um dia foi pequeno.

As “pequenas coisas” passam desapercebido, só que é preciso lembrar que as “coisas pequenas” comprometem toda uma estrutura.

A dúvida, o ressentimento, mãos olhos, fraqueza, representa uma raposinha, que se multiplica e compromete a boa consciência e o coração limpo.

Muitos pensam que por ser um “pecadinho” é fácil de esconder e não há porque se preocupar. Mas não se engane!

O pecado faz o ser humano ficar em dívida com o diabo, e um hora ou outra vai vir a tona!

“Lembra-te, pois do que tens recebido, e ouvido, guarda-o e arrepende-te. Porquanto, se não vigiares, virei como ladrão, e não conhecerás de modo algum em que hora virei contra ti.” (Ap 3:3)

Ou seja, livre-se de qualquer “pequena coisa” que quebra a comunhão com Deus.

E nunca esqueça que muito mais tem Deus para te dar!

Este Post Há 2 Comments

  1. Ana Paula - Araranguá SC disse:

    As pequenas coisas fazem toda a diferença.

  2. Nuance Karla disse:

    É verdade meninas, por isso devemos vigiar constantemente, pois o diabo só engana quem vive desapercebido e envolvido com esse mundo material.

Deixe uma resposta